Claudio Dauelsberg

Facebook You Tube Rdio Spotify Deezer Itunes

Biografia

Claudio Dauelsberg é pianista, arranjador, compositor,  educador e produtor musical. Mestre em Piano Performance pela UFRJ, se especializou em Arranjo, Composição, Novas Linguagens Tecnológicas Aplicadas à Música pela Berklee College of Music. É Doutor em Música pela UNIRIO, onde é professoraudio tem em sua discografia 7 CDs e 2 DVDs. O CD  “BACH” foi gravado com a Orquestra de Câmara de Moscou no Tchaikovsky Hall e premiado pela Nord Deutsche Rundfunk, o CD  “ALÉM DAS IMAGENS” foi indicado para o premio Sharp, “PAISAGENS BRASILEIRAS” foi gravado ao vivo no Festival de Montreux,” VENTOS DO NORTE” no Rainbow Studios em Oslo e tem ainda dois CDs gravados com o DUO FENIX no início de sua carreira.

Claudio é um dos mais bem sucedidos músicos brasileiros a trabalhar com popular e o erudito, na música experimental e eletrônica com profundidade e domínio em ambas as áreas, envolvendo interpretação, improvisação e composição atuando também na área de filmes e comerciais.

Já se apresentou ao lado de grandes nomes como Plácido Domingo, Bob Mintzer, Bireli Lagrene, Toots Thielemans, Chick Corea, João Bosco, Márcio Montarroyos, Hermeto Pascoal, Nico Assumpção, Marcos Suzano, Jacques Morelembaum, Toninho Horta, Orquestra de Câmera de Moscou, Orquestra de Genebra, Orquestra Nacional de Brasília entre tantos outros.

Claudio é responsável por promover expressivos movimentos na área da música instrumental brasileira como o projeto PianOrquestra criado em 2002,  onde elementos étnicos e raízes brasileiras são explorados fazendo com que o piano, tocado a dez mãos simultaneamente, se transforme em sua própria orquestra. Com o PianOrquestra gravou dois DVDs,  “DEZ MÃOS E UM PIANO” e  “MULTIFONIAS, que contou com a participação de grandes  vozes como  Monica Salmaso, Teresa Cristina, Maíra Freitas, Mariana Baltar e Manu Santos, além da inovadora concepção visual de Batman Zavareze.

Seus espetáculos envolvem uma performance de alto nível técnico e refinamento musical com formações diversificadas: solos, duos, trios e quartetos, além de apresentações com grupos de percussão e Big Band, como a “GRANDE BANDA CARIOCA” (Big Band Carioca), que contou com a participação de grandes músicos do cenário dedicada ao repertório de expressivos compositores brasileiros, além de espetáculos experimentais de John Cage, com concepção visual e direção de Batman Zavarese.

Com estas diferentes formações participou de importantes festivais, entre eles o Vancouver Jazz Festival (CAN), Belfast Fest (UK), Montreux Jazz Festival (CH), Midem (FR), Nordland Music Festival (NO), Aarhus Internacional Jazz Festival (DEN), Sofia Jazz Festival (BU), Concertgebow (NE), Suécia (SWE), Chile, Argentina, entre outros.

Claudio é um instrumentista de primeira linha. Atua na música instrumental brasileira  explorando o improviso no jazz e na música contemporânea, e também como compositor e arranjador. Experimentalismo entre o acúsitico e o eletrônico, novas tecnologias. Apresentou-se como solista frente às Orquestras de  Câmera de Moscou e Genebra. No jazz ou na música contemporânea, Claudio apresenta um alto nível de performance. Artista, acadêmico e pesquisador, nos últimos anos Claudio realizou projetos culturais que envolvem aspectos sociais, educacionais, e de descentralização cultural da economia criativa.

Desde 1998 atua intensamente como curador de projetos, tendo idealizado eventos que abrangem a criação de Festivais de Inverno em cidades do interior do estado do Rio de Janeiro, levando a estas cidades grandes nomes da música brasileira e o apoio à artistas locais, assim como projetos inovadores na área da música instrumental contemporânea, no cenário nacional e internacional.

Como idealizador do primeiro Festival de Inverno do Rio de Janeiro nas cidades de Petrópolis e Friburgo, Claudio contribuiu para o conceito de democratização cultural, trazendo música de graça às ruas e diversos teatros  pelas cidades, viabilizando o acesso à cultura nacional e internacional com artistas de diversos lugares do Brasil e do exterior. O Festival promove uma grande campanha social de arrecadação de alimentos, e nos últimos anos chegou a angariar quase 15 toneladas.

Com o projeto itinerante “Caravana Instrumental” patrocinado pela Votorantim, passou pelas cidades de Cascavel, Londrina, Criciúma e Joinville com vários espetáculos sobre um caminhão adaptado, onde se apresentaram o grupo PianOrquestra, Barbatuques, Orquestra de Contrabaixos, Uakti e diversos outros artistas levando a Música instrumental Brasileira para áreas carentes ampliando o acesso e proporcionando a democratização das mais variadas linguagens musicais.

Claudio criou o projeto Admirável Musica Nova em 2013 no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro. O projeto colaborativo reuniu músicos de quatro continentes com o que há de mais avançado na área da tecnologia na música. Através de encontros inusitados, compartilharam experiências e incentivaram a troca de conhecimento e novas direções estéticas com uso da tecnologia aplicada à música, envolvendo estréias mundiais de obras.

Idealizou o grupo PianOrquestra, onde atualmente participa como diretor musical, diretor artístico e pianista. O grupo, considerado inovador pela crítica especializada, já ganhou o premio Rumos em 2005,  apresenta um trabalho de vanguarda com influências brasileiras no ritmo, na linguagem e no repertório, celebrando recentemente seus 10 anos com seu segundo DVD “MULTIFONIAS. O projeto colaborou com o aperfeiçoamento na formação e com o direcionamento da carreira de vários pianistas da nova geração, abrindo o campo para novas pesquisas em formatos de apresentação, pesquisas sonoras e formas de explorar a técnica do piano preparado, juntamente com processamentos eletrônicos, integrando recursos tecnológicos e imagens.

O PianOrquestra desenvolveu também outras vertentes do experimentalismo, explorando novos repertórios, entre eles as  Sonatas de Cage, Ligetti, Paert e composições coletivas como Perk, e improvisações coletivas com processamentos sonoros que foram apresentados no Festival MULTIPLICIDADE com idealização de Batman Zavareze e no SARC – Sonic Arts Research Center, no Reino Unido.

Como educador, Claudio participou dos principais festivais do Brasil, ministrando palestras, cursos e workshops nos Festivais de Montreux (CH), Oslo Univesity (NO),  Codarts (Rotterdam) (NE), London University (UK), Sofia Music Academie (BU), Festival de Itajaí (PA), Festival Domingos Martins (ES), Festival de Guaramiranga (CE),  e nas principais Universidades  Brasileiras.

Participou como conferencista do Classical Next (Viena, 2014) e foi curador do Jazzahead (Bremen, 2013). Participa também de eventos internacionais como Womex e Midem. Claudio é o diretor artístico do Festival Rc4, apontando novas direções na musica clássica e uso das novas tecnologias.

Facebook You Tube Rdio Spotify Deezer Itunes